Home Relacionamento O sofrimento é inevitável e acontece por nos apegarmos a tudo e a todos!

O sofrimento é inevitável e acontece por nos apegarmos a tudo e a todos!

5 min read
0
0
16

138716__toy-loneliness-grief-sadness-autumn-nostalgia-cold_p

http://pt.forwallpaper.com

Café Com Ideias: Sofrer é algo muito comum a todo o ser humano, porém aceitá-lo é algo quase impossível de acontecer.

Sofremos por não conseguir alcançar um objetivo, por não ter uma expectativa realizada, por perder o amor de alguém, uma oportunidade, enfim, sofremos por qualquer forma de reprovação, o que é um processo natural.

Muitos se comportam como se fossem os únicos a sofrerem na face da terra, com murmúrias  e lamentações constantes, fazendo-se de vítimas sempre que percebem uma oportunidade.

A convivência com esse tipo de  pessoa certamente não se tornará algo muito agradável, uma vez que a mesma se torna altamente capaz de sugar toda a energia existente.

Existem pessoas que se esquecem da dor, para ajudar aqueles que segundo a sua crença, sofrem ainda mais, podemos dizer que são dignos em fazer caridade e enxergar um palmo além do próprio nariz.

Ainda existem aquelas pessoas que fingem nada sofrer e levam a vida como se fosse uma breve “passagem”, muitas inclusive de maneira irresponsável, que no afã de não sentir dor, transmitem aos demais, um sentimento de irresponsabilidade e falta de comprometimento.

A maneira ideal? Não se sabe ao certo, mas para aliviar um pouco o sofrimento é preciso entender suas verdadeiras raízes. Raízes estas que muitas vezes vem do apego a tudo e a todos.

Apego ao passado, a bens materiais, a amores, a pessoas, a circunstâncias. É preciso entender a vida é como um ciclo, cujo significado é: “série de fenômenos, fatos ou ações de caráter periódico que partem de um ponto inicial e terminam com a recorrência deste”.

É preciso aceitar primeiramente que se tem o apego, depois entender que tudo muda em questão de segundos e nada impedirá isso. Virão momentos de prazer e momentos de dor, momentos de paz e de guerra, de luta e de glória. Assim é a vida.

É preciso acreditar que a felicidade não vem da parte externa e nem tão pouco dos outros. Ela parte de dentro de cada um, da essência, da alma.

Se espero de algo ou de alguém a minha felicidade, estou sabotando a minha capacidade de ser plena e com isso, me limitando a amar ainda mais ao próximo. Afinal, se mal me conheço, como poderei conhecer  a  outro alguém?

Reconhecer-se como ser único e esplêndido, não só é possível como necessário. Ter reconhecimento e gratidão sempre, fará com que a vida se torne mais leve.

Em um próximo post, daremos continuidade a este tema.

Abraços,

Claudia Menezes.

Se você gostou deste post, compartilhe ou deixe sugestões para novos temas.

 

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais Relacionamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *