Home Claudia Menezes Escreve Não aceite a mediocridade. Faça a diferença!

Não aceite a mediocridade. Faça a diferença!

7 min read
0
0
75

Imagem

Sempre que inicio as minhas palestras e aulas, gosto de deixar bem claro uma coisa: “ O sol nasce para todos, porém, poucos saem lá fora para recebe-lo”.  Seja na escola, no trabalho ou na vida social existirão sempre aqueles que ficarão na faixa dos 5%, ou seja, aqueles que se diferenciam. O restante? Calma, ainda existe aquela outra fatia dos 5%, que são aquelas pessoas que não fazem a mínima diferença, podemos dizer que vivem no vale da mediocridade. Ainda resta uma pergunta, e os outros? Bom, os outros ficam na média, são os famosos medianos. E então, o que você acha que é mais interessante? Claro que é a fatia dos 5% que se diferenciam. A segunda opção? A outra fatia dos 5% da mediocridade. Sei que pensou que poderia ser a faixa dos medianos, porém, esta é a pior faixa para se manter, por se tratar de uma zona de conforto. A faixa da mediocridade pelo menos fará com que você tome uma providência imediata, enquanto a dos medianos, fará com que fique um pouquinho mais, até achar o momento certo de sair, se é que esse momento chega. Ai é que está o grande mal da humanidade: viver na zona de conforto, estilo Zeca Pagodinho: “Deixa a vida me levar, vida leva eu”.

Como posso me diferenciar? Primeiramente fazendo de outra maneira tudo o que fez até agora e o manteve na faixa dos medianos. Analise os passos que deu e que não deu ainda. O que aconteceria se tivesse feito algo diferente; como, arriscar mais, ousar mais, acreditar mais nas possibilidades, investir mais e etc. Por falar em investir, quanto custa se manter mais informado hoje em dia? Já foi o tempo em que para se adquirir conhecimento era preciso dispor de dinheiro. Hoje a informação esta ai, em todos os lugares. Faça as contas de quantos jornais você tem disponível no decorrer do dia (claro que é preciso selecionar as informações). Quanta vastidão existe hoje com a internet, quantos artigos, e-books gratuitos, case de sucesso. Quantas revistas, jornais de bairro, etc. O principal é entender que o “saber não ocupa espaço”, mas de nada vale só saber, se não houver a aplicabilidade, afinal: “cultura sem aplicação, ferramenta em desuso.” Muito mais que aprender, é necessário colocar em prática, fazendo valer o conhecimento adquirido e claro compartilhar o aprendizado.

Imagine que agora, neste exato momento, enquanto está lendo este artigo, os seus concorrentes(que não são poucos), estão criando uma estratégia para se destacarem e se diferenciarem de você amanhã. Que enquanto está lendo este artigo, tem alguém  que fez uma imagem de você no decorrer do dia, e qual imagem tem passado para as pessoas? Há pouco tempo participei de uma palestra sobre “Marca” onde o renomado palestrante Gustavo Greco disse: “Marca é aquilo que falam de você quando se ausenta da sala”, profundo não é? Mas é a pura verdade. Seja aonde for, quando você vira de costas, as pessoas costumam comentar algo a seu respeito. Pense nisso.

Se fosse um produto em uma prateleira, o que estaria fazendo para se diferenciar dos demais produtos. Qual a sua posição, iluminação, validação? Quem o compraria e por quê? O que faria para se destacasse aos olhos do consumidor? Por que o levariam para casa?

Você tem fome de quê? Você tem sede de quê? Sabe o que quer exatamente da vida? Sabe aonde quer chegar? Como estará daqui a 5, 10, 20 anos? Sabia que para se chegar a alguma data desta é preciso dar o passo inicial agora, já, neste momento? Comece mudando o seu modelo mental, praticando o pensamento positivo e acreditando que é capaz, caso contrário, terá razão também. Comece modificando seus hábitos(sabotadores), colocando novas atitudes e buscando outros resultados. Quando se faz a mesma coisa sempre, os resultados sempre serão os mesmos. Acredite e comece a agir agora!

Abraços,

Claudia Menezes.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais Claudia Menezes Escreve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *